Falar sobre tudo e mais alguma coisa

Quarta-feira, 21 de Outubro de 2009
Reencontro


imagem retirada da net


 


 


 


 


Enquanto caminhava pela minha rua saboreando cada lembrança, sentindo cada pedra do chão debaixo dos pés, deixando-me impregnar pelos cheiros tão familiares e relembrado tudo, tudo, semi-cerrei os olhos e imaginei que o vi aparecer ao fundo da rua.


E ele vinha devagar, marcando bem cada passo. Não lhe vi o rosto. O crepúsculo envolvia-o fazendo-o parecer um ser feito de luz e de sombras, um ser quase irreal. Depois, conforme os seus passos o traziam para mais perto, percebi que pouco tinha mudado desde a última vez que o tinha visto. Pude perceber que continuava a usar as mesmas calças largas de caqui, as mesmas camisolas muito usadas, a barba por cortar, sem no entanto o fazer parecer mal, mas sim dando-lhe um ar de desleixo atraente. O cabelo ondulado estava agora cortado mais curto. Depois vi os olhos e afundei-me neles, como sempre tinha acontecido em outros tempos. Afundei-me nos sues olhos líquidos, como se fosse no mar. Deixei-me cair novamente.


Estava perto de mim e não era um sonho. Era real. Ele estava ali e não disse nada. Olhava-me


Olhava-me e eu tomei consciência do meu próprio corpo. Senti tristeza porque me vi gorda e feia. Corei. Tive vergonha e corei.


Desci os olhos até aos meus pés. Olhei-me mesmo a sério e de repente tomei consciência das diferenças. Muitos anos tinham passado. Já não era jovem. Já não era bonita. Já não era magra. Um espelho gigantesco e imaginário à minha frente e via-me toda. Os cabelos tratados mas definitivamente com menos brilho. As roupas clássicas a substituírem a roupas simples e leves de menina. As pernas mais grossas a aparecerem abaixo de um saia-casaco escuro. As mãos. As minhas mãos a ficarem enrugadas, manchadas. Depois o rosto. O meu rosto de menina transformado num rosto cansado. Rugas no canto dos olhos, nos cantos da boca. A pele baça e saturada da vida. Os olhos claros mortiços. Estava velha.


Olhei-o de novo e vi um sorriso gaiato nos seus lábios. Os dentes brancos e perfeitos.


Senti saudade.


Olhei para mim e senti tristeza. Ele não. Estava com ar feliz e descansado. Eu não.


Senti saudade dos seus abraços.


As suas mãos procuraram as minhas. Senti o calor que emanava delas.


Senti saudades dos seus beijos.


Abraçou-me suavemente e senti o cheiro do seu cabelo, do seu perfume.


Senti saudades dele, muitas saudades dele.


Beijou-me no rosto e senti saudades.


As suas mãos continuavam fortes, os seus braços continuavam fortes. O seu olhar continuava forte.


Olhou-me nos olhos e voltei a perder-me neles, naquele azul imenso e morno.


O sol já se tinha ido embora de vez e eu não pensei em mais nada. Caminhei com ele de mão dada pela rua que tinha sido minha, que tinha sido nossa. Caminhamos em silencio, mas dizendo muitas coisas com o sorriso que se nos desenhou nos lábios…


 


 


 


 


Texto de ficção para a Fábrica das Histórias por Cláudia Moreira


 



publicado por magnolia às 15:53
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

...e mais ainda...
Cláudia Moreira

Cria o teu cartão de visita
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Ideias recentes

Reencontro

Ideias antigas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

tags

todas as tags

links
Procuras alguma ideia em especial?
 
Ideias em pelicula
blogs SAPO
subscrever feeds