Falar sobre tudo e mais alguma coisa
Segunda-feira, 28 de Abril de 2008
Momento doce com sabor amargo

imagem retirada da net

A sala enche-se de luz e cor, aos pouco tudo toma o seu lugar. As toalhas e organzas nas mesas, em cima pratos, talheres, velas e flores. Na hora os noivos entram, belos, felizes, deslumbrados. Um sorriso rasgado mostra toda a esperança que depositam no futuro. Na hora de partir o bolo os noivos brilham de felicidade. Juntos entram na sala debaixo das luzes trémulas das tochas, a musica envolve todos os presentes na magia do momento. Param perante o bolo de noiva. Vem com toda a inocência de quem não sabe o que o futuro lhes reserva, mas também de quem traz todas as esperanças do mundo no companheiro. O brilho do momento ofusca tudo e todos. Os noivos estão ali, perante todos, a mostrar que se querem e que querem ser felizes um com o outro. Olham-se nos olhos e o brilho é intenso, e sabemos que não é apenas o tremeluzir das chamas. É o brilho da esperança, da ilusão, da felicidade, do amor.

Já vi alguns nos últimos dias e é sempre neste momento que fico com um aperto no peito. Também eu já me casei. Não com este glamour, mas com estas esperanças, esta ilusão no amor. E afinal, não durou para sempre. O que sinto agora no momento em que vejo estes casais é um paradoxo. Um misto de alegria e tristeza. Desejo que sejam muito felizes, mas nunca deixo de pensar que começam ali a traçar um caminho de amarguras….Eu sei, sou eu que estou amarga. Sou eu a desiludida e há aí muitas pessoas que continuam casadas e felizes.

É também nesse momento que sinto a falta de um carinho de alguém que goste de mim. É nesse pequeno grande momento que sinto que queria alguém que me olhasse nos olhos e derramasse em mim toda a ternura do mundo. Que me enlaçasse pela cintura e me protegesse das angustias da vida. Nesses momentos sinto uma dor fininha que atravessa o meu corpo de alto a baixo, um aperto no peito, os olhos ficam humedecidos. É apenas um momento, uma fracção de segundo mas devastadora…

Felizmente, há tanto que fazer que no momento seguinte já não há tempo para divagar, quase nem dá tempo para respirar, quanto mais divagar…

E ainda bem, porque não suportaria viver sempre com estes pensamentos…

 

 

Magnólia em divagações


sinto-me: assim assim

publicado por magnolia às 14:38
link do post | comentar | favorito

9 comentários:
De me a 28 de Abril de 2008 às 15:51
É como dizes "momento doce com sabor amargo"! Também ninguém te diz que mesmo os casados têm só momentos felizes e doces! It´s life!
Bjokinhas


De magnolia a 28 de Abril de 2008 às 15:57
Isso eu sei...que já estive casada 12 anos...já provei dos varios sabores: solteira, casada, agora mae divorciada e só....é como dizes: It´s life!

beijinhos:)

Ps: espero que nao tenhas levado a mal adicionar-te sem pedir!!


De Márcio Branco a 28 de Abril de 2008 às 20:55
Isto é como tudo, depende das experiencias de cada um. Umas correm bem, outras assim-assim e outras mal ou muito mal. Mas mesmo assim acho importante que seja dado esse passo porque pelo menos nesse momento algo existe e algo os impele a tentarem. Depois é o dia seguinte :-) Pode ser de chuva ou de sol, mas pelo menos tentaram.
Não existem duas histórias iguais e eu penso assim, quando alguma coisa me corre menos bem ao menos que seja a mim, que tenho força para aguentar, os outros que corra melhor :-)
É uma visão das coisas mas admito e sei pelas consultas que faço que quem é divorciado depois pensa muito nesse facto e nos casamentos este pensamento que dizes ter é muito comum e até fazer retrospectivas do que correu mal. Mas já agora, ao menos o bolo era bom?
ehehehheheh, eu para doces sou demais, como tudo!!!!


De magnolia a 29 de Abril de 2008 às 14:12
Tens razão, penso muito nisso agora que todos os fins de semana assisto a casamentos...

Quanto ao bolo....este mes já abusei um bocadinho...mas os bolos tem sido fantasticos:-) Se estivesses pertinho vinhas com a tua cara metade comer uma fatia:-)

Beijo


De ssbpt a 29 de Abril de 2008 às 09:35
Não gosto de te ver assim, gosto de te ver animada, é normal tu teres essas divagações, mas pensa que tens dois motivos que te fazem a mulher mais feliz do mundo, os teus filhos... não é verdade? Um sorriso e um carinho deles devem-te deixar radiante, não é?
Beijoquinhas e ânimo que vais ver que quando menos esperares as coisas acontecem...


De magnolia a 29 de Abril de 2008 às 14:17
Sem duvida que eles sao a minha razao de viver:-)

E se não acontecerem..paciencia...é a vida!

Beijinhos e sorrisos para ti e para a Inesita



De espaço da raquel a 29 de Abril de 2008 às 17:57
o bolo era bom? (brincadeirinha).
sei que para ti foi uma coisa que me te magoou por ter acabado. pelo que falamos, acho que és uma mulher muito sensivel, por todas as razões não é?
RESPEITO ISSO, eu sou brincalhona, nunca leves a mal as minhas piadas ou comentários.
es uma mulher bonita, inteligente, sensível.
sei que ainda vais ser muito feliz.



De homem de negro a 8 de Maio de 2008 às 13:25
Olá...
Vamos pelo mesmo caminho, agora que começo a trabalhar em casamentos ao fim de semana e de facto, mais no inicio, esse nó e essa vontade de chorar, eram-me tão familiares. Com o tempo, aprendi a estar bem nesses dias tão especiais para alguém, tão tristes para mim, pela nostalgia...
Opto por pensar que levei onze anos de vida conjunta, dez foram porreiros e o último nem por isso. Mas ficaram coisas boas...
Um beijo vadio, a gente vê-se por aí...


De magnolia a 13 de Maio de 2008 às 15:16
Ainda bem que ficam as coisas boas...ainda bem...

beijinhos


Comentar post

...e mais ainda...
Cláudia Moreira

Cria o teu cartão de visita
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Ideias recentes

Entrudo

Fábula

primavera

música, da boa.

poema simples

A invenção do Amor

we all do have some nost...

manhãs

poema simples

That 'cause sometimes I t...

breve história de uma árv...

O Humor dos outros.

2013 - os livros que li, ...

Feliz Ano Novo!

Porque os livros (também)...

2013 - os livros que li, ...

That 'cause I think of my...

Estes já têm lugar na min...

Quem se lembra?

2013 - os livros que li, ...

Ideias antigas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

tags

todas as tags

links
Procuras alguma ideia em especial?
 
Ideias em pelicula
blogs SAPO
subscrever feeds