Falar sobre tudo e mais alguma coisa
Segunda-feira, 12 de Outubro de 2009
Barcelona, a cidade

imagem retirada da net

 

 

Entramos cedo na cidade e era sábado e por isso ela parecia estar ainda a dormir.

Saímos na estação rodoviária e vimos vários mendigos a dormir. Estavam ali encostados a uma parede suja como se fosse o lugar certo para dormir, como se nunca tivesse existido outro lugar mais confortável… Mais tarde, durante os dois dias que passamos na cidade, pudemos constatar que não eram os únicos. A miséria está em todo o lado…

Depois, conforme fomos avançando, a cidade pareceu florescer. Passamos pelo arco do triunfo, vimos os edifícios altos e imponentes. O transito intenso. As pessoas. Os turistas. Muitos turistas.

E depois, Las Ramblas. Caminhamos por elas várias vezes durante o fim-de-semana e de todas vezes pudemos descobrir coisas novas. As barraquinhas das flores, as dos jornais, dos souvenirs indispensáveis numa cidade grande. Os músicos, as esplanadas, os mimos que representavam as coisas mais extraordinárias na sua infinita paciência. As pessoas de todas as nacionalidades, de todas as culturas, os simples transeuntes, os excêntricos, os que distribuíam panfletos para a ópera, descontos para comida. Tanta gente a circular para cima e para baixo como formigas apressadas num carreiro do bosque.

Depois os barquinhos na marina, as barraquinhas do artesanato. As tapas. As batatas bravas e o pão com tomate. O Rita Blue, um restaurante diferente mas delicioso onde passamos uns bons momentos.

A noite. Os bares. Os homens arranjados e cheirosos a distribuir olhares pelas espanholas extrovertidas e pelas turistas extasiadas. A musica. A decoração sui generis.

Gaudi. O Arquitecto genialmente louco. Coisas maravilhosas idealizadas pela cabeça de um homem só. As casas, o parque Guel e a sua iguana. As colunas inclinadas que não se parecem com mais nada no mundo. Tudo absolutamente incrível! A Sagrada família, a eterna obra inacabada onde Gaudi viveu os últimos anos da sua vida e à qual dedicou 43 anos de trabalho. Os museus, Gaudi e Picasso.

E a musica! Barcelona é uma cidade de música. Pude ver tantos e tão variados artistas de rua. Em qualquer lugar havia alguém a dar a conhecer aos que passavam o seu trabalho musical. Lembrei-me do “violoncelista espanhol”. Também tocou nas Ramblas. Foi como se o pudesse ouvir. E pinturas. Tantas e tantas e tantas pinturas à venda nas ruas, nos parques e galerias de arte. Sem duvida que Barcelona é a cidade dos artistas. Cidade de todos aqueles que buscam uma inspiração algo diferente do comum.

As ruas estreitas. Os prédios altos de janelas trabalhadas. As lojas de todos os tipos. Os góticos. Os cortes de cabelo. As roupas estranhas. Tudo tão diferente de tudo.

Gostei muito de tudo. Gostei da cidade. E passou tão depressa que nem tive tempo de a saborear. Hei-de voltar. Hei-de voltar com tempo para passear calmamente por todas as ruas da cidade. Hei-de voltar com tempo para sentir o pulsar da cidade na pele, nos ouvidos, dentro da minha cabeça. Hei-de voltar com tempo para me sentar a observar quem lá morar, saber o que pensam e o que sentem. Hei-de voltar à cidade. Não sei bem quando, mas sei que hei-de voltar!

 

 


sinto-me: :)
tags:

publicado por magnolia às 17:23
link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

...e mais ainda...
Cláudia Moreira

Cria o teu cartão de visita
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Ideias recentes

Entrudo

Fábula

primavera

música, da boa.

poema simples

A invenção do Amor

we all do have some nost...

manhãs

poema simples

That 'cause sometimes I t...

breve história de uma árv...

O Humor dos outros.

2013 - os livros que li, ...

Feliz Ano Novo!

Porque os livros (também)...

2013 - os livros que li, ...

That 'cause I think of my...

Estes já têm lugar na min...

Quem se lembra?

2013 - os livros que li, ...

Ideias antigas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

tags

todas as tags

links
Procuras alguma ideia em especial?
 
Ideias em pelicula
blogs SAPO
subscrever feeds
Em destaque no SAPO Blogs
pub