Falar sobre tudo e mais alguma coisa
Quinta-feira, 29 de Janeiro de 2009
Sobre a amizade...

imagem retirada da net

 

Sobre a amizade diz o dicionário que é:

 

Afeição;

Amor;

Boas relações;

Laço cordial entre duas ou mais entidades;

Dedicação;

Benevolência

 

Até aqui tudo bem, porque é exactamente isto que eu penso que deva ser a amizade. Eu própria tento fazer isto com as pessoas que eu considero minhas amigas. Sei que a amizade nunca é exactamente igual de parte a parte, mas que se vai equilibrando, com boa vontade e tolerância. E também não é preciso uma balança para medir a quantidade de amizade que cada parte dedica. No entanto, e é aqui que muitas vezes me sinto tão espantada e magoada, constato que dou amizade a troco de nada. Vejo que me mostro genuinamente simpática para a pessoa, que me dou, que me interesso, que tento agradar e o que recebo como reflexo é uma simpatia fugaz, uma indiferença quase criminosa que magoa.

Será a amizade um pouco menos altruísta e mais egoísta do que aquilo que se diz por ai? Será que a amizade precisa de um retorno? Será que se pode chamar amizade quando apenas uma parte a sente? Será que é possível que alguém se mostre meu amigo e eu despreze e ignore? Será um direito meu não aceitar a amizade que alguém me dedica?

Tantas perguntas que me vão passando pela cabeça e que com a minha experiencia pessoal e com outras que vou conhecendo, ora vou respondendo, ora vou fazendo mais. Eu pessoalmente penso que de alguma forma temos que retribuir a amizade que nos dão. Só pelo facto da outra pessoa gostar de nós já nos devemos sentir felizes e agradecer com um sorriso, mais ainda quando a pessoa nos dedica tempo, cuidados, carinho. Não posso aceitar que sentimentos desses sejam desprezados, e no entanto já me tem acontecido. Já vi a minha amizade ser deitada fora, como se deita um trapo velho pela janela. O que custa dedicar um pouco de tempo aos outros? Muito pouco. Às vezes basta um sorriso, uma mensagem, um telefonema, uma lembrança. As vezes basta que a pessoa que está do lado de lá se mostre agradado com a nossa presença.

A amizade não é exigente como o amor. Não exige a presença, não exige exclusividade, não exige atenção diária, não exige nada. É um sentimento suave que se alimenta devagarinho e tranquilamente, assim como se cuida de uma flor. Não custa nada e o que recebemos pode ser absolutamente maravilhoso e compensador. E é por isso que me custa tanto aceitar que alguém não correponda a uma amizade sincera…

…e por outro lado, fico absolutamente comovida e agradecida pela amizade que me dedicam a mim…

 


sinto-me: pensativa

publicado por magnolia às 00:45
link do post | comentar | favorito

17 comentários:
De Maria a 29 de Janeiro de 2009 às 01:03
A Amizade é um escudo a proteger-nos da solidão.
A foto que tens aqui fez-me lembrar uma amiga. e faz com que liberte a dor.
Espero que estejas bem Magnólia minha amiga virtual.
Por tudo o que escreste deixo um :)
e então:
Beijinhos e um sorriso
Maria


De magnolia a 29 de Janeiro de 2009 às 11:46
Que bom que fiz algo por ti amiga... mesmo que tenha sido uma coisa pequenina pequenina...

Eu vou estando, lutando, sofrendo, vivendo, rindo:) espero que tu também...

Um beijinho e um sorriso também para ti:)


De agoradigoeu a 29 de Janeiro de 2009 às 05:21
Olá Cláudia,
Estava a necessitar de ler um post exactamente assim.
A amizade, como todos os sentimentos, são partilháveis, e há que os partilhar. Eu não considero nenhum sentimento exigente, para mais é um sentimento, e há que respeitá-lo, partilhá-lo, fazê-lo viver saudável.
A amizade pura, podes crer, é o sentimento mais admirável do universo.
Obrigado por seres como és e pelo teu interessante post.
Um beijo
norberto


De magnolia a 29 de Janeiro de 2009 às 11:48
Olá Norberto,

A amizade é um sentimento sublime e deveria ser mais apreciado do que é...

Um beijinho grande de amizade!


De green.eyes a 29 de Janeiro de 2009 às 09:10
Na vida há muitas coisas difíceis de entender, e a amizade é uma delas, porque somos todos iguais mas todos diferentes, damos significados diferentes aos sentimentos.
O que mais me custa é eu ouvir dizer a uma pessoa que eu considerava amiga "Eu não tenho amigos tenho conhecidos".
(isto dá-me uma raiva)

Beijinhos


De magnolia a 29 de Janeiro de 2009 às 11:50
Olá green.eyes...

Eu também já senti isso... e é por isso que disse que já atiraram a miha amizade fora como um trapo velho. Felizmente, são casos pontuais e tenho muitas pessoas que me dão amizade, na medida do possivel bem sei, mas dão:)

Um beijinho grande para ti


De mamaepedro a 29 de Janeiro de 2009 às 10:11
Nem sei que diga, porque eu sou uma pessoa de poucas amizades, pois não confio em muitas pessoas, para dizer a verdade só tenho uma verdadeira amiga, de resto considero amigas mas a fugir mais para o conhecidas bem. Mas eu não sou exemplo para ninguém porque me fecho muito na minha concha, apesar de no fundo até ser bom, posso ser solitária, mas pelo menos não sofro.

Beijnhos coloridos


De magnolia a 29 de Janeiro de 2009 às 11:52
Dás o que podes dar, tal como eu disse no post, a amizade não tem uma medida de peso. Podemos ter amigos especiais, mais intimos, mas sempre que damos um pouco de nós a alguém estamos a dar amizade, não é? :)

Um beijinho grande e amarelo como o sol!


De maebabada a 29 de Janeiro de 2009 às 10:27
eu acho que tudo precisa de retorno, claro que com a amizade não ha uma exigencia tão forte, mas se não houver retorno, acaba por ir-se diluindo, aos poucos, e ao fim de muito tempo, pode deixar mesmo de existir, claro que não é preciso um retorno diário ou semanal, mas é preciso que haja, não pode ser sempre a mesma a lembrar-se, não pode ser sempre a mesma pessoa a ligar...para mim é assim :o)

beijocas


De magnolia a 29 de Janeiro de 2009 às 11:59
Eu também acho, daí que tenha dito que a amizade tem que ser alimentada de parte a parte. E por isso é que doi quando não se recebe amizade em troco de amizade mas sim indiferença...

Mas felizmente são sempre mais o que retribuem não achas? :o))

Beijinhos


De MaryJohn a 29 de Janeiro de 2009 às 10:43
Querida Claudia,
para mim, apesar de n te conhecer pessoalmente já és uma amiga muito querida que me tem ajudado apesar de virtual ,e eu gosto de pensar que me consideras também um pouco tua amiga.
Os amigos são coisas maravilhosoas que devemos preservar, e eu tenho algusn que apesar de n falar com eles todos os dias sei que estão lá e que se preocupam e isso é único.
Um grande beijinho,
MJ


De magnolia a 29 de Janeiro de 2009 às 12:01
Claro que te considero minha amiga, virtual, mas não menos amiga:) e espero estar à altura e desmontrar também a minha amizade por ti:)

Eu sempre sofri por ter poucos amigos, agora que tenho mais não admito perde-los!!

Um beijinho grande grande


De Cris a 29 de Janeiro de 2009 às 23:27
Concordo com tudo o que dizes, embora considere que, muitas vezes não retribuo aos meus amigos aquilo que acho que merecem!!

Eu sou assim um pouco para o difícil quando se trata de construir uma amizade verdadeira... penso nisto sobretudo pela profissão que tenho - todos os anos conheço novos colegas e quando me venho embora a intimidade nunca é muita... Há excepções, claro! Tenho alguns exemplos!

Outra realidade interessante, nesta questão da(s) amizade(s) é esta do mundo virtual!! Confesso que nunca pensei que conheceria bons amigos desta forma mas... a prova está mesmo aqui!!

Beijinhos desta amiga virtuo-real (e criei uma nova palavra!!)


De propagandaearte a 30 de Janeiro de 2009 às 21:24
Apenas algumas palavras para minha amiga. E o desejo de um bom fim de semana.
Beijo!
Marco.

BONS AMIGOS

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

Machado de Assis


De espaço da raquel a 31 de Janeiro de 2009 às 19:09
olá minha Querida AMIGA,
apesar de ainda não nos termos AINDA conhecido pessoalmente, para mim já és uma amiga muito querida (como se já nos conhecesse-mos á muito tempo), sou e serei sempre tua amiga, sinto isso no meu coração, sem querer receber nada em troca, e gosto de pensar que estás sempre por aqui "ao ´pé de mim". a amizade é de facto um sentimento muito bonito, importante e único sem o qual não poderiamos "viver", saber que por m longe que esteja um amigo "ele" quando é preciso está sempre LÁ, e assim é contigo.
Um beijinho do tamanho do mundoooooo


De Joanina a 1 de Fevereiro de 2009 às 03:27
Querida amiga,
Eu espero que me consideres uma daquelas pessoas que te dedica amizade. Embora não te conheça pessoalmente, tenho por ti grande carinho e admiração.
Desculpa ter ando desaparecida, mas como sabes estive de ferias nos Açores, e só agora voltei a casa e as minhas rotinas. As ferias foram maravilhosas, mas deixaram pouco tempo livre para ir ao computador.
Espero que te encontres bem, assim como os teus filhotes e restante família.
Aproveito esta oportunidade para te desejar um feliz 2009 e para te dar os Parabéns pelo lançamento do teu primeiro livro. Que seja o primeiro de muitos!!! Desejo-te sucesso, e muita, muita felicidade!!! Hoje o teu livro, junto com mais 2, esta em destaque no Bloguezi da Jo. E a minha pequena homenagem...
Bj da Jo


Comentar post

...e mais ainda...
Cláudia Moreira

Cria o teu cartão de visita
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Ideias recentes

Entrudo

Fábula

primavera

música, da boa.

poema simples

A invenção do Amor

we all do have some nost...

manhãs

poema simples

That 'cause sometimes I t...

breve história de uma árv...

O Humor dos outros.

2013 - os livros que li, ...

Feliz Ano Novo!

Porque os livros (também)...

2013 - os livros que li, ...

That 'cause I think of my...

Estes já têm lugar na min...

Quem se lembra?

2013 - os livros que li, ...

Ideias antigas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

tags

todas as tags

links
Procuras alguma ideia em especial?
 
Ideias em pelicula
blogs SAPO
subscrever feeds