Falar sobre tudo e mais alguma coisa
Sábado, 15 de Março de 2008
Nunca mais é hora de sair...

Nunca mais é hora de sair do trabalho...ainda faltam  a vontade 30 minutos....Como eu detesto trabalhar ao sabado!!!!!

 

BOm fim de semana a todos!!!

Montes de beijinhos

 


sinto-me: cansada

publicado por magnolia às 12:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 13 de Março de 2008
Saudades das tardes de verão...

imagem retirada da net

Saudades das tarde de Verão da minha infância ...

Tardes em que ficava estendida ao sol no meio da erva fresca, olhando o céu tão azul que cegava. Tardes em que não era preciso relógio , em que me guiava pelo sol, pelo cheiro da terra, pela hora do lanche. 

Tardes em que podia correr de cabelos ao vento pelo meio dos campos pintados de amarelo por milhares de florezinhas de verão . Florezinhas que serviam para fazer colares, pulseiras, coroas de princesa.

As saudades que tenho das tardes que brincava as escondidas nos campos de milho, correndo, rindo sem parar e terminar a brincadeira debaixo do sistema de rega como se fosse uma chuvada imprevista!

Saudades de poder brincar com os vizinhos na rua sem medo, de nos podermos afastar, brincar nos pinhais aos índios , construir cabanas de ramos de eucalipto até ser noite e sermos todos chamados para jantar. tardes de verão em que fazíamos piqueniques no quintal e tomávamos chazinho com as bonecas.

Saudades das tardes de verão em que ficava colada aos livros deitada ao sol, devorando as aventuras fantásticas dos cinco e me imaginava com eles vivendo aventuras perigosas em grutas e castelos perdidos no mundo, Sonhando acordada com um mundo cheio de coisas maravilhosas lá fora.

Saudades de ser criança e de ter o mundo por minha conta, de poder sonhar com um mundo melhor, de ter permissão para ser feliz.

Ai que saudades de tantas tardes de verão da minha infância ...

 

 


sinto-me: nostalgica

publicado por magnolia às 17:16
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 11 de Março de 2008
De olhos fechados...


imagem retirada da net


**********












Fenho os olhos suavemente


Um sorriso nos lábios a bailar


Quero assim estar eternamente


Sintir-me leve, leve, a flutuar


************








Sinto-te pertinho de mim


A tua presença consigo sentir


Ouço o teu respirar por fim


E sem querer estou a sorrir


 ************


Tremo quando me tocas a medo


Um frémito quase doloroso


Quando no rosto sinto teu dedo


Tremor louco e  maravilhoso


 ************


Vens então de mansinho


Pegas-me na mão para dançar


Com tanta ternura e carinho


Snto meus olhos marejar


************* 


Encostas o teu corpo ao meu


Enlaças-me em teus braços


Nao há abraço como o teu


E nesta dança sigo teus passos


 *************


Nao posso a magia quebrar


A beleza, o encantamento


Quero fazer este instante durar


Muito mais que um momento


 *************


Quero te tanto como nunca quis


Nenhum outro amor para mim


E neste instante sou feliz


Em paz e  harmonia  enfim....


 ************





Magnolia


 



publicado por magnolia às 00:17
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 10 de Março de 2008
Sufoco


imagem retirada da net


 


 


 


Estou aflita, não consigo respirar

Este nó que não consigo desfazer

Preciso de muitas lágrimas chorar

Sinto-me cair, pender, desfalecer

Estou aflita, preciso de libertar

A angústia que me faz entorpecer

E que me aperta e me deixa a sufocar

Já não sei que mais fazer

Queria este mundo deixar

Já nem sei o que é viver

Ando aqui apenas por andar

Mas eu sei que assim não pode ser

Tenho que me levantar

Ainda é cedo para morrer

Para este mundo deixar

E por muito que vá doer

Viver a vida vou tentar

Não sei bem como irei fazer

Para da dor me libertar

Talvez tenha que querer

É preciso mesmo desejar

Não viver só por viver

Mas eu prometo que vou tentar

Desde o mais fundo do meu ser

 

Magnólia


publicado por magnolia às 12:09
link do post | comentar | favorito

Sábado, 8 de Março de 2008
Duvidas....sao tantas as duvida....

imagem retirada da net

 

 

 

Movo os pés, as mãos, olho, toco, como, trabalho, vivo. Vivo? Sobrevivo. Mecanicamente sou mulher, sou mãe , sou trabalhadora, sou estudante, sou irmã, sou filha, sou amiga. O tempo passa inexorável  sem que eu me aperceba, deixando marcas no meu rosto, no meu corpo. Tenho 34 anos, mas sinto-me com todas as idades menos a minha. As vezes sinto-me cansada, desalentada, como se já tivessem passado por mim 100 anos e me fosse difícil mover os membros. Como se tudo o que já passei na vida pesasse toneladas, como se a tristeza tivesse vindo para ficar, a solidão que se instala depois dos filhos criados se tivesse apoderado de mim, como se soubesse que o fim está próximo . Outras vezes sinto palpitar dentro de mim a miúda rebelde que gosta de usar anéis no polegar, vestir toda de preto e ir a concertos cool . Tem dias que me olho no espelho e  não sei a minha idade, não sei quem sou. Tenho sonhos por cumprir, dos quais já abdiquei, pela perda dos quais já me conformei. A vida tem destas coisas. Condiciona-nos. Mas não me importo, porque o principal motivo porque estou condicionada são os meus filhos. É por eles que vivo, que luto, que travo estas batalhas com os problemas da vida. São eles que me dão forças para continuar sempre... também são eles que me fazem sentir velhota, e são eles que me fazem sentir viva, nos momentos em que acordo da azafama e os olho com olhos de ver. Olho-me ao espelho e não me reconheço. Não me lembro de quem fui no passado e também não sei quem vou ser no futuro. Por fora, sei o que vêem em mim. Uma mulher mãe -trabalhadora-divorciada-34 anos-responsavel-sensata Por dentro sou um mar de emoções contraditórias em luta constante. Estou em busca de algo que não existe: a paz de espírito . Preciso dessa paz. Dentro de mim existem duvidas que jamais terão resposta. Viver nesta sociedade castradora também não ajuda nada, obriga-nos a ser o politicamente correctos para sermos aceites. E eu já infringi uma das regras: sou divorciada. 

São tantas as duvidas que me assaltam....como eu gostava de ter respostas...


sinto-me: com duvidas

publicado por magnolia às 10:08
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quinta-feira, 6 de Março de 2008
Quem sou eu?

 


 


 


 


 imagem retirada da net


 


 


Estou aqui mas não sou eu,


Quem sou eu? Não sei quem sou


Sou um sonho que se perdeu


Um sonho que alguém sonhou


 


Estou aqui mas nem me sinto


Sinto-me? Não sei onde estou


Digo que sim , mas sei que minto


Sou um pensamento que voou


 


Estou aqui mas não me conheço


Ja me vi? Eu nao sei quem sou


Vejo um rosto que não reconheço


Ou a minha memoria já olvidou


 


Estou aqui mas sem anseios


Ja nao sonho? Meu desejo acabou


Perco-me em negros devaneios


Minha alma de sonhar se cansou


 




Estou aqui só mais um pouco


Onde vou? Não sei por onde vou


Estou  perdida num mundo louco


Avanço mas não sei quem sou...


 


 



Magnolia


 


tags: , ,

publicado por magnolia às 10:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Domingo, 2 de Março de 2008
Sinto-me só...


imagem retirada da net




Esta solidao que me faz sofrer


Que me tira a vontade de viver


Olho para dentro de mim


E nada vejo, so um vazio assim


So a escuridao, desolaçao


Estou cansada, abatida de coraçao


Tenho saudades de ter carinho


Um gesto, um mimimho


De andar de mao dada na rua


De conversar debaixo da lua


Do nome do amor mil vezes escrever


Na minha alma sem querer


Saudades de sentir um aperto


Quando o  ser amado nao esta perto


Quero ver alguem aqui ao meu lado


E sentir um abraço apertado


So hoje, so agora, neste momento


Sentir o calor de um corpo sem tormento


Sentir a respiraçao no meu ouvido


Palavras segredadas, de amor, sem sentido


Estou sozinha, no vazio, sem perceber


Este silencio que me faz ensurdecer


Que me deixa perdida na incerteza


Num mar de angustia e tristeza


Queria apenas hoje nao estar sozinha


Na noite que ja se avizinha


Ver um rosto, um sorriso, um olhar



Ter alguem a quem muito amar....




Magnolia




publicado por magnolia às 22:28
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito

...e mais ainda...
Cláudia Moreira

Cria o teu cartão de visita
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Ideias recentes

Entrudo

Fábula

primavera

música, da boa.

poema simples

A invenção do Amor

we all do have some nost...

manhãs

poema simples

That 'cause sometimes I t...

breve história de uma árv...

O Humor dos outros.

2013 - os livros que li, ...

Feliz Ano Novo!

Porque os livros (também)...

2013 - os livros que li, ...

That 'cause I think of my...

Estes já têm lugar na min...

Quem se lembra?

2013 - os livros que li, ...

Ideias antigas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

tags

todas as tags

links

Uploaded with ImageShack.us
A minha obra:-)
Image Hosted by ImageShack.us
By magicmagnolia
Statistic
Procuras alguma ideia em especial?
 
Quantos andarão por aqui?
web counter
Pub
Ideias em pelicula
Que horas são?


blogs SAPO
subscrever feeds