Falar sobre tudo e mais alguma coisa
Quarta-feira, 13 de Julho de 2011
Não, não venho falar da Moody's!

 

 

Venho falar de uma missão especial em que participei este Domingo: Missão Dragão!

 


 

O dia começou muito cedo. Ainda o sol não tinha nascido e as discotecas não tinham fechado! A minha primeira paragem foi na casa do N. depois apanhamos o M. e só depois nos juntamo a mais alguns elementos do grupo que nos esperava em Esposende. Dali até Braga foi um pulinho e aí sim, estavamos todos, prontos e cheios de vontade de partir.

 

O destino era o Gerês. Quem não sabe o que é o Gerês eu digo: é a Serra mais bonita de Portugal e arredores! Lá, abandonamos a viaturas num determinado ponto e pusemos as mochilas às costas. Destino: Poço Azul. 

 

Sempre que vou ao Gerês sinto um deslumbramento sem igual. As paisagens são tão belas que quase me tiram o folêgo! Se o sinto indo de carro e parando nos locais mais turisticos, imaginem como o senti embrenhando-me em plena serra! As paisagens são assombrosas! As montanhas são senhoras gigantes vestidas de verde fulgurante ou de cinza rocha, mas sempre belas. O seu tamanho impõe respeito, mas não medo. Não somos capazes de tirar os olhos delas por muito tempo. A água corre aqui e ali e só apetece saltar de pedra em pedra como crianças traquinas.

 

 

 

Algum tempo depois de paisagens de cortar a respiração chegamos ao destino, o Poço Azul. Na verdade a água era verde, mas há quem jure que tem certos dias em que a água é azul.  Eu cá acredito, num lugar mágico como aquele, tudo é possível!

 

Um banho rápido que as águas limpidas pecam por geladas, e um pouco de sol. Um lanche, também foi tempo de lanchar, que isto de caminhar abre bem o apetite!

 

Depois do Poço Azul continumos a nossa caminhada. Subimos a montanha como quem sobe escadas, pedra a pedra, degrau a degrau. Cada passo mais perto do céu. Mais perto do céu, (ainda) mais bela a paisagem. Nalguns momentos notei o silêncio de quem aprecia mais uma obra fantástica do Grande Arquitecto.

 


 

No final da descidida dificil, mas prazeirosa, o rio esperava-nos com as suas águas critalinas. Não resisti à tentação de tirar as botas e as meias e de deixar que a água me acrainhasse os pés cansados. Era hora de comer e repôr as energias dispendidas. Em breve seria hora de regressar...

 

Um par de horas depois estavamos a chegar aos carros. Era hora de voltar a casa... Ninguém parecia querer regressar. Nos olhares notava-se já a saudade e a vontade de repetir. 

 

 

 

 

Terminamos o dia fantástico com uma noite igualmente fantástica na casa do C., um dos companheiros de viagem. O jantar não estava previsto e por isso foi ainda melhor! Boa companhia e boa comida! E como estavamos em casa de um peregrino ainda tivemos direito a chupitos!! 

 

Conclusão da missão: ao Dragão não lhe pus a vista em cima mas tive um dia excelente, excelente, excelente, na companhia de velhos e novos amigos, por isso só posso dizer que a missão foi concluida com exito!




publicado por magnolia às 00:05
link do post | favorito

De green.eyes a 13 de Julho de 2011 às 09:51
... este post é só para fazer inveja ...........

Adoro o Geres ... mas fica tão longe para mim ..................... és uma sortuda

Beijinhos


De magnolia a 13 de Julho de 2011 às 23:55
Também há ai lugares lindos!!! :)))) A Arrábida por exemplo:))))

Somos sortudas por estarmos num país cheio de coisas lindas!!

:)))

Beijinhos


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

...e mais ainda...
Cláudia Moreira

Cria o teu cartão de visita
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Ideias recentes

Entrudo

Fábula

primavera

música, da boa.

poema simples

A invenção do Amor

we all do have some nost...

manhãs

poema simples

That 'cause sometimes I t...

breve história de uma árv...

O Humor dos outros.

2013 - os livros que li, ...

Feliz Ano Novo!

Porque os livros (também)...

2013 - os livros que li, ...

That 'cause I think of my...

Estes já têm lugar na min...

Quem se lembra?

2013 - os livros que li, ...

Ideias antigas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

tags

todas as tags

links
Procuras alguma ideia em especial?
 
Ideias em pelicula
blogs SAPO
subscrever feeds