Falar sobre tudo e mais alguma coisa
Quinta-feira, 5 de Junho de 2008
Julgamentos

 

Às vezes olhamos um objecto e parece-nos uma pedra. Mas será efectivamente uma pedra? Pode ser uma esponja, um coral, um acrílico, pode ser muitas coisas. Na verdade, antes de lhe tocarmos e sentirmos a textura, chegarmos o objecto próximo do nariz para saber se tem cheiro, antes de apertarmos para sentir a sua dureza, antes de a olharmos bem de perto, não podemos dizer que é realmente uma pedra. Com as pessoas é igual. Nuca podemos julgar as pessoas antes de as conhecermos a fundo, antes de estarmos próximos, de lhe vermos a alma, e mesmo assim, mesmo assim, arriscamo-nos a fazer julgamentos errados.

Eu tento nunca fazer nenhum tipo de julgamento. Na vida tenho visto tantos casos que parecem uma coisa e depois se revelam outra bem diferente. Mesmo sabendo que não somos ninguém para julgar ninguém, nós seres humanos, caímos sempre nessa tentação e por isso mesmo, eu tento sempre contrariar essa tendência, porque assim como não gosto que me julguem também eu não devo julgar ninguém. Este assunto, tal como as injustiças da vida, mexe muito comigo, porque sofro sempre bastante com a opinião de terceiros. Lembrei-me de escrever sobre isto quando ontem o meu amigo Kiko me deixou um comentário sobre o meu post “Tornado” a dizer que derrapagem financeira e Rock in Rio não combinam.

É verdade, com a crise que anda por aí, as duas coisas não combinam. Neste caso, a minha irmã ganhou dois bilhetes e deu-me um, e vou de boleia, logo não vou gastar quase nada. Mas eu fiquei a pensar… eu trabalho tanto, esforço-me tanto. Não seria justo de vez em quando eu fazer algo que goste? Gastar algum comigo? Mesmo que depois tivesse que fazer algum esforço extra? Seria condenável? Eu não acho que seja condenável. Uma pessoa que trabalha 7 dias por semana, as vezes mais de 70 horas por semana, cuida da casa e dos filhos sozinha não merece uma recompensa? E que não trabalhasse tanto e mesmo assim sentisse vontade de fazer algo que goste, era condenável? Temos o direito que julgar assim? Não temos. Não tenho, e acho que ninguém tem. Cada um sabe de si, cada um sabe da sua vida, das suas necessidades, dos sonhos, das coisas que sente que não pode deixar passar.

As vezes penso nisto quando vejo as pessoas a olhar para mim e as imagino a tecer considerações (algumas tenho a certeza porque acabo por saber por vias travessas). Fico triste com elas pelos pensamentos negativos e zangada comigo por dar a entender que a vida está difícil, por dizer que tenho necessidade de trabalhar ao fim de semana, por mostrar as minhas fragilidades. Sei que há quem pense que a Ana esta na dança e eu não tenho dinheiro, mas é a minha mãe que esta a pagar, as mensalidades foram a prenda de anos dela, vou ao rock in rio, mas foi a minha irmã que me deu o bilhete, tenho vários pares de sapatos, mas são “herdados” de uma prima que vive melhor que eu e anda duas vezes e dá, ando de carro, mas estou a pagar como toda a gente e desde que pague não vejo porque tenha que andar a pé….São exemplos. Apenas isso. Mas que mostram bem, que às vezes o que reluz não é ouro, é apenas aparência. E devemos sempre ter cuidado com os nossos pensamentos, palavras e actos para não magoar ninguém…

 

Saiu um pouco em tom de discurso, mas hoje foi o que saiu…

 

(Imagem retirada da net)


sinto-me: pensativa

publicado por magnolia às 15:17
link do post | comentar | favorito

13 comentários:
De me a 5 de Junho de 2008 às 15:38
Manda à fava!!!!
Já és grandinha para ter de dar explicações!

Bjokinhas


De magnolia a 7 de Junho de 2008 às 10:42
Sim, mamie, já mandei

Beijoquinhas


De umbreveolhar a 5 de Junho de 2008 às 20:03
Li e gostei do que li. Efectivamente, os factos é que contam, nunca nos devemos precipitar a fazer "julgamentos "prévios. Gostei do teu texto e parabéns.
Mas olha que 10 horas de trabalho por dia é muito tempo, penso que nessa contagem esteja o trabalho de casa, que é sempre muito... De qualquer modo temos que na medida do possível dimensionar bem as coisas para que diminua o tempo de trabalho e aumente o tempo de descanso que é bem merecido.
Bem sei que é fácil dizer.... Mas é assim que eu penso, e olha que trabalho muitas horas! Diverte-te no Rock in Rio!


De magnolia a 7 de Junho de 2008 às 10:44
Não estou a contar com o trabalho de casa...esse é depois deste que falo....um dia destes eu vou conseguir diminuir o trabalho e aumentar a qualidade de vida...assim espero pelo menos!!

Adorei o RIR!

beijinhos


De umbreveolhar a 7 de Junho de 2008 às 13:25
Olá Cláudia,
Gostei que te tivesses divertido e uma mudança vai-te fazer muito bem. Na vida, há que tomar decisões positivas e esquecer o que é mau! Muitas felicidades é o que eu te desejo sinceramente.

Cumprimentos e passa pelo meu blog,
Carlos Alberto Borges


De εяvιηhа ♥ a 5 de Junho de 2008 às 21:34
Cá em casa também já só se fala de crise... é mesmo geral.
Segundo o que a minha mãe diz, os professores são cada vez mais mal tratados e cada vez têm menos tempo para dedicar aos filhos (eu realmente queixo-me :X). Mas o resto das pessoas, que realmente não vivem isto, dizem que os profs nao fazem nada e que têm montes de horas vagas e aquelas coisas todas... Pois, a situação é mais ou menos como a tua...
Não podemos sentirmo-nos mal pelas opiniões terceiras. Essas pessoas não sabem minimamente do que estão a falar, muitas das vezes! É assim...
Despeço-me apressada porque hoje sou eu que estou a tomar conta do jantar :S
Beijinhos


De magnolia a 7 de Junho de 2008 às 10:45
Não sabem mesmo Ervinha, não sabem mesmo...

E entao? Ficou bom o cozinhado? :-)

Beijinhos


De Márcio Branco a 6 de Junho de 2008 às 08:09
Uma vez alguém na televisão, a propósito da crise e dos problemas dos mais desfavorecidos, expressou uma opinião que até hoje reflito nela e desde essa altura que me moldou o pensamento para agir de outra forma e a ideia dessa pessoa é:
"Os portugueses são um povo que gosta de ver os outros pior do que que aquilo que eles próprios estão, dão uma esmola na rua se o pedinte disser que é para comer mas se disser que é para ir ao cinema já não dão porque acham que é luxo. Ter algo para comer é um direito de nós todos, agora poder aceder a pequenos prazeres da vida isso sim deveria ser obrigatório, porque são esses pequenos prazeres que permitem que consigamos dia a dia alienar-nos desta vida dura e maléfica da sociedade onde vivemos e permitem disfarçar que nem tudo é sacrificio".
Penso que o pior de nós surge quando vivemos menos bem e temos alguma necessidade de algo, como se verifica hoje em dia em que não existe familia nenhuma onde a crise não tenha entrado e neste moldes, quando sentimos alguma carencia a nossa propria inveja de algo melhor faz com que o nosso alvo seja algo palpavel, algo que possamos directamente acusar e geralmente é o vizinho ou a pessoa que trabalha conosco que como nós faz sacrificios mas é o alvo mais fácil. E daí que falar da vida dos outros é um passatempo bom, outros falarão de nós e por aí fora.
Eu sou o último a julgar seja quem for, infelizmente sei que me julgam bastante mas é para o lado que durmo melhor :-) Julgar não só em questões financeiras mas opções, escolhas, rumos, etc, tudo serve para se falar. Eu não vou ao Rock in Rio porque acho o bilhete dispendioso para a minha carteira mas se me dessem um....Era já :-) Um não podia ser, tinham de ser dois (olha eu a pedinchar!!!) Ehehehhe. Não permitas que outros condicionem a tua vida e te façam sentir menos bem na tua pele, cada um faz o que tem de fazer para sobreviver da melhor forma e proporcionar aos seus a melhor vida, não roubas nem fazes nada ilicito, por isso estás nos parametros correctissimos da sociedade.
PS: Os preparativos vão super bem, agora um pequeno recuo num aspecto que pensavamos já estar definido mas tudo controlado para o grande dia :-)


De magnolia a 7 de Junho de 2008 às 10:48
Obrigada Marcio!

Adorei o teu comentario! Mesmo! Esse alguem sabia bem o que dizia. Se de vez em quando não desligamos a engrenagem e nos abstraimos com algo de bom, a engrenagem começa a desconjuntar-se e deixa de funcionar....nenhuma maquina aguenta trabalhar sempre e ao mesmo rtimo...

Beijinhos!

Ps. ai o grande dia que está cada dia mais perto!!! :-)


De ssbpt a 6 de Junho de 2008 às 17:02
Gostei muito do teu post, acho que conseguiste retratar um pouco da mentalidade da sociedade em que vivemos. Tens todo o direito em saires e te divertires um pouco, se trabalhas tanto, porque é que não te há-des dar a esse pequeno prazer às vezes? Nem que seja para desanuviares, para de seguida enfrentares novamente essas 70horas semanais. Tens todo o meu apoio. Beijinhos enormes


De magnolia a 7 de Junho de 2008 às 10:50
Obrigada, muito obrigada pelo teu apoio:-) Acredita que é muito importante para mim saber isso...de ti muito mesmo, que já te considero uma amiga

Beijinhos


De Rosa e Azul a 7 de Junho de 2008 às 10:51
Quem nunca errou que atire a primeira pedra... Não te culpes por teres momentos de prazer só teus... Dá-te a esse "luxo" de esqueceres por momentos que tens responsabilidades e preocupações e vive uns mometos de descanso e para ti própria...
Tens o meu apoio !!!!



Beijinhos
Ana


De magnolia a 7 de Junho de 2008 às 10:57
Também penso assim, quem nunca errou que atire a primeira pedra...e eu estava mesmo a precisar de desanivir a cabeça...

Obrigada Ana, de coraçao:-)

Beijinhos


Comentar post

...e mais ainda...
Cláudia Moreira

Cria o teu cartão de visita
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Ideias recentes

Entrudo

Fábula

primavera

música, da boa.

poema simples

A invenção do Amor

we all do have some nost...

manhãs

poema simples

That 'cause sometimes I t...

breve história de uma árv...

O Humor dos outros.

2013 - os livros que li, ...

Feliz Ano Novo!

Porque os livros (também)...

2013 - os livros que li, ...

That 'cause I think of my...

Estes já têm lugar na min...

Quem se lembra?

2013 - os livros que li, ...

Ideias antigas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

tags

todas as tags

links
Procuras alguma ideia em especial?
 
Ideias em pelicula
blogs SAPO
subscrever feeds