Falar sobre tudo e mais alguma coisa
Segunda-feira, 19 de Maio de 2008
A minha idade…

 

(imagem retirada da net)

Tenho 34 anos, mas raramente me lembro. Regra geral apesar do corre-corre dos dias e de dizer muitas vezes que o tempo passa a voar, a verdade é que parece que ainda ontem sai dos bancos da escola. Passo os dias distraída com os filhos, a casa, os trabalhos, os problemas e nem dou conta que o tempo passa e vai deixando marcas no corpo e na alma. Cada lágrima que cai, vai traçando sulcos no coração, cada mágoa acrescenta mais uma ruga na alma. Cada susto nos branqueia mais um cabelo. Cada sorriso, cada abraço, cada beijo nos acrescenta mais uma boa memória ao nosso baú de recordações. Pequenas coisas que vão fazendo a nossa historia.

Tenho 34 anos e já tenho uma vida cheia! Muitas historias para contar recheadas de peripécias, lágrimas e sorrisos. Tenho alguns cabelos brancos que teimam em se fazer notar. Uns quilinhos a mais, bochechas mais pronunciadas, canso-me mais facilmente, mostrando-me que já não sou uma menina. Mesmo assim, nunca me lembro disso, continuo a olhar o mundo com olhos de gaiata com todos os sonhos por cumprir. Sinto vontade de fazer coisas como sentia aos 18 anos, de sair a noite, de dançar, de aprender coisas novas, de viajar.

Tenho 34 anos mas não me sinto diferente dos miúdos jovens. Olho para eles e sinto-me uma igual. Só depois de ver os olhares que me deitam como se estivesse ali a ver um alien, é que me apercebo que eles não me vêem assim! Vêem-me com a idade que realmente tenho, vêem uma mulher mais velha, com idade para ser mãe ou irmã muito mais velha. Há algumas coisas que de repente, em flashes milagrosos me fazem assentar os pés no chão, como por exemplo o meu filho ter já a minha altura, ou seja 1,73 e andar de braço dados com as miúdas teens lá da escola, o meu sobrinho de sete anos me chamar sempre Tia Lau e me fazer lembrar que quando eu chamava tias as minhas tias, via-as sempre como umas senhoras mais velhas, quando ouço alguém referir-se a irmã mais velha como uma pessoa realmente mais velha e atitudes de pessoa mais velha e me lembro que eu também sou a mais velha! Como por exemplo quando me lembro da minha mãe aos trinta e achar que ela nessa altura estava já numa segunda idade, um patamar acima de jovem e eu agora me encontrar exactamente na mesma situação! Ou então quando me dizem que só mesmo uma mãezinha dona de casa é que sabe fazer pataniscas!

Enfim, eu podia continuar, mas já deu para perceber a ideia. Não me sinto com a idade que tenho até alguém me fazer lembrar... E há um tipo que volta e meia me atira com um balde agua fria: um tal de Sr. Espelho!!

 

Magnólia

 


sinto-me: é oficial, tou velha!

publicado por magnolia às 17:17
link do post | comentar | favorito

17 comentários:
De ssbpt a 19 de Maio de 2008 às 17:35
Amiga, apesar de eu ser um bocadinho mais nova que tu (28 anos), dou muitas vezes por mim a agir como se ainda tivesse 17 ou 18 anos, Quando caio na realidade e desço à terra é que percebo que já não sou nenhuma adolescente, sou uma mulher adulta e mãe! É estranho, parece que o tempo passou a voar.
Beijinhos


De magnolia a 20 de Maio de 2008 às 11:27
A voar mesmo amiga....espero que agora acalme um pouco....ou não tarda e já ando a ver os melhores lares para a terceira idade!! :-)

Beijinhos pa ti


De João Cordeiro a 19 de Maio de 2008 às 17:45
Não sei muito bem o rumo que tomei, mas quando dei por mim estava aqui neste teu espaço.
Li alguns posts e gostei. É um espaço agradável e convidativo.
Quanto a este ultimo, gostei bastante.
Um alien, então que direi eu… um alien ainda por cima cota.
Mas amiga o que conta é o espírito e não os anos.
Eu deveria ter feito como os outros e encontrar-me, aos quarenta, pai de família, funcionário público, cansado e contando os dias para a reforma. Mas, eu próprio desafiei o destino. Atirei-me a uma destruição metódica.
Tentei sempre ir mais além… mais além no amor, mais além da raiva, mais além deste mundo visível. Inclusive por todos os meios que dispunha, álcool, drogas, a mística ou a loucura.
A verdadeira vida devia estar algures…
Toda a minha vida experimentando, falhando, recomeçando, para sair, por fim, da minha triste condição.
A família, o amor, o trabalho, as férias, o passeio ao sol, não passavam de máscaras de carnaval oferecidas às pessoas, enquanto se espera que elas ordeiramente tomem o seu lugar no cemitério.
A grande maioria morre intacta. Ou seja, pouco diferentes do que nasceram, como pedaços de carvão, não consumido, a apodrecer nas profundezas de uma velha mina abandonada à sua sorte.
Esses não consumiram a vida. E, por vezes às portas da morte, revoltam-se por terem sido enganados, por sentirem, bem nesse instante que não viveram, ou que não os deixaram viver.
Pelo menos, eu tentei sempre afastar as máscaras do degredo psíquico. Mesmo agora, gasto, esfarrapado e grogue.
Mesmo nos detalhes do rosto, quando me pormenorizo ao espelho, conto os sulcos visíveis que são uma espécie de insígnia da vida.

Um


De magnolia a 20 de Maio de 2008 às 11:31
Obrigada pela visita João:-)

Fiquei contente que tenhas gostado do meu cantinho e mo tenhas dito...
E gostei da tua forma de viveres a vida...da coragem de assumires a vida que queres viver sem ligar ao politicamente correcto...poucos o fazem...

Vou passar no teu blog para te ler.

Beijinhos


De espaço da raquel a 19 de Maio de 2008 às 20:14
gostei do teu post minha querida.
tudo o que falaste faz parte da vida, afinal de contas é a "nossa" história mas para mim, cada idade tem um sabor especial e único.
e tu, estás uma trintinha linda com um coração enorme.



De magnolia a 20 de Maio de 2008 às 11:34
Obrigada querida....mesmo que nao seja mesmo uma trintinha linda, eu aceito o elogio

Montes de beijinhos e uma


De espaço da raquel a 20 de Maio de 2008 às 11:38
mas eu acho que és.
MUI GUAPA


De mamaepedro a 19 de Maio de 2008 às 21:22
Sem tirar nem pôr, eu sinto isso exactamente, parei no tempo, eu tenho 19 anos, a minha mãe continua com 45, e por aí fora...É estranho, somos umas jovens presas nas responsabilidades?

Beijinhos

Texto muito bem escrito e coerente, parabéns!!!


De magnolia a 20 de Maio de 2008 às 11:38
Querida amiga,

Em primeiro lugar, obrigada por gostares do texto e achares que está bem escrito.

E depois....tens razão somos umas jovens presas nas responsabilidades de num corpo que começa a dar os primeiros sinais da idade...que vai piorar, e vamos continuar a ser uma jovens presas num velho corpo...

Beijinhos


De Café com Natas a 19 de Maio de 2008 às 22:09
Tens 34? Eu tenho 32, mas tb raramente me lembro...
Um dia tinha eu já uns 25 fui a uma consulta. O médico perguntou-me a idade e eu respondi muito depressa - 19.
Sabes, até fiquei preocupada, que aquilo saiu-me tão naturalmente que eu estava convencida que era mesmo assim... mas hoje tb estou.
Não concordas comigo quando eu digo que a idade é a nossa melhor amiga?
Beijinho e tudo de bom para ti


De magnolia a 20 de Maio de 2008 às 11:44
A idade é a nossa melhor aliada porque nos dá a sereninade e a sabedoria para nos ajudar a entender melhor as coisas da vida, aceitar as menos boas e viver com mais intensidade as melhores...

Obrigada e tudo de bom para ti tambem:-)

Aqui no meu cantinho não tenho nada para te oferecer...estou a pensar ter aqui uma chaleira para quem quiser aquecer a alma:-)


De Café com Natas a 21 de Maio de 2008 às 13:55
Ó Magnólia, eu aceito um chá mas as tuas palavras já aquecem a alma.
Beijinho


De Márcio Branco a 19 de Maio de 2008 às 23:06
Dizem que as mulheres na faixa dos trinta estão no seu auge, por isso aproveita :-) Estás melhor que nunca.
O que conta é o espirito e não a idade fisica :-)


De magnolia a 20 de Maio de 2008 às 11:48
Dizem que sim, dizem que sim!!

O conta é a idade do espirito se não precisarmos de andar a correr todo o dia!!!:-)

Beijinhos!

Ps: estao a correr bem os preparativos?


De jcm-pq a 20 de Maio de 2008 às 17:51
Olá Magnólia!

Gostei do texto!. Está muito bonito!.
Conserve, sempre, esse espírito jovem!. Só que o Sr. espelho é que não perdoa!.
Mas, a imagem é a imagem!. E, essa queremos que se torne, a seu tempo, o mais velha possível!. Ou não será!?. As rugas, os cabelos brancos, bem como outras marcas do tempo, são a prova de que vivemos!.

Jcm-pq


De magnolia a 23 de Maio de 2008 às 13:45
Se um dia o espelho nos refletctir uma imagem velha é porque vivemos muito, coisas boas, coisas menos boas, coisas maravilhosas, enfim...é sinal qye tivemos uma vida cheia!

Obrigada pela visita:-)

Beijinhos


De xana a 7 de Junho de 2008 às 21:00
ola magnolia entrei no teu blog nao sei como «ainde bem» gostei muito do teu texto tenho a tua idade 2filhos lindos como tu,mas uma sensaçao de incompreençao do mundo as vezes penso que tenho na minha frente um vidro que o mundo me ve mas nao me ouve por mais que eu fale e´uma sensaçao de vazio mas e´a vida vai passarsou açoreana da linda ilha terceira continua xana


Comentar post

...e mais ainda...
Cláudia Moreira

Cria o teu cartão de visita
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Ideias recentes

Entrudo

Fábula

primavera

música, da boa.

poema simples

A invenção do Amor

we all do have some nost...

manhãs

poema simples

That 'cause sometimes I t...

breve história de uma árv...

O Humor dos outros.

2013 - os livros que li, ...

Feliz Ano Novo!

Porque os livros (também)...

2013 - os livros que li, ...

That 'cause I think of my...

Estes já têm lugar na min...

Quem se lembra?

2013 - os livros que li, ...

Ideias antigas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

tags

todas as tags

links
Procuras alguma ideia em especial?
 
Ideias em pelicula
blogs SAPO
subscrever feeds