Falar sobre tudo e mais alguma coisa

Quarta-feira, 29 de Junho de 2011
Que nervos!!!


tags:

publicado por magnolia às 15:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quinta-feira, 2 de Setembro de 2010
Dia Não

 

Esta manhã ao entrar no NetBanco percebi que tinha pago mais 105,00€ da prestação da casa e fiquei sem chão. O dinheiro é sempre curto, mas em Setembro é preciso ser artista de circo para conseguir comer até ao fim do mês. Agora já nem sei como vai ser. A consulta no dentista que tinha marcado para mim terá que ser adiada e vamos ter que ser muito (mesmo muito) comedidos nos gastos.

 

Isto já não devia mexer com o meu sistema nervoso, uma vez que a minha vida nunca foi fácil. Mas mexe. E muito. E não sei como aguentar muito mais tempo esta vida de nunca saber se vou conseguir pagar as contas todas, manter dois empregos e apertar o cinto até ser quase impossivel respirar. E estou exausta.

 

A casa está à venda. Quase não compramos roupas e a comida é comprada quase de forma racionada. As idas ao cinema são raras e as festas (como a beach party) só com convite. Os miudos tem direito a gelado em dia de praia e um carregamento de telemovel por mês. Não sei que mais posso fazer poupar. Vivemos com o conforto minimo exigido para qualquer ser humano. É pedir muito que o possamos manter??

 

E pelo segundo ano consecutivo não tive aumento....:(

 

 

Agora sei que muitos pensarão que há quem esteja pior....Eu sei, eu sei que há, e nunca deixo de pensar nisso. Mas cada um sente as suas dores...e há momentos que me sinto cansada da luta diária e me apetece desabafar...


sinto-me: :(

publicado por magnolia às 11:26
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

Terça-feira, 27 de Abril de 2010
Sinto-me....

...uma barata tonta!!!

 

 

 

 

Mais morta que viva! Não se admirem se um dia vos chegar o convite para o funeral!!!!! :P


sinto-me: barata tonta
tags:

publicado por magnolia às 17:18
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Segunda-feira, 13 de Abril de 2009
20...

...days non-stop and counting...

 


sinto-me: muiiiiito cansada

publicado por magnolia às 23:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Segunda-feira, 8 de Dezembro de 2008
Coisas minhas

São 3h23 am e cheguei agora a casa. O dia foi duro... Demasiado. Trabalhei dezoito horas seguidas a um Domingo que deveria ser um dia de descanso, de estar com a familia, de arejar ideias. Em vez de tudo isso, não vi a luz do dia todo o dia, o carro avariou de manhã, ainda tive que fazer 2 kms a pé de trouxas às costas, camisa preta no cabine como se estivesse a fugir de casa. Na décima oitava hora de trabalho, quando já nem me aguento em pé, o músico fantástico lembra-se de nos chamar para dançar...  Ainda dei umas voltas nos braços dum desconhecido que já tinha bebido demais. O artista estava entusiasmado e cantou doze ultimas músicas.

À saida o nevoeiro era tanto que de repente me senti engolida por um mundo paralelo. Que estranha a madrugada solitária e silenciosa cheia de nevoeiro. Parece que avançamos num mundo em que não existe mais nada nem ninguém. Não vês mais nada além de ti. Senti-me só.

Quando abri a porta de casa ouvi um galo cantar.

Não sei porquê, mas de repente as lágrimas saltam dos meus olhos e não as consigo conter...

São 4h08 am...


sinto-me:

publicado por magnolia às 03:55
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|

Segunda-feira, 6 de Outubro de 2008
Vinte anos...

imagem retirada da net

 

 

…já passaram mais de vinte anos desde o meu primeiro dia de trabalho…

Um dia destes ia eu pela rua fora, muito compenetrada nos meus pensamentos como habitualmente ando, mãos nos bolsos do casaco e a olhar para chão, tão compenetrada que tantas e tantas vezes deixo passar sem cumprimentar pessoas para quem olho, mas na verdade não vejo, e me dou conta com surpresa, que já se passaram vinte anos…

Tinha apenas catorze anos quando entrei no duro mercado de trabalho. Lembrei-me porque estava a pensar que tinha sido em Julho de 1988, exactamente dois dias depois de ter terminado o nono ano que comecei a trabalhar a servir cafés, bolos e tostas mistas. 1998 até 2008 são vinte anos…mesmo para quem nada entende da matemática…

Era um emprego de verão, mas eu sabia que não voltaria a escola, pelo menos de dia. Por isso três meses depois já estava a entrar no segundo, depois o terceiro, durante meio ano andei a experimentar coisas, até que um dia de fui trabalhar para uma empresa como telefonista e foi assim que comecei esta profissão de empregada de escritório. Durante uns meses atendi telefone, fiz chamadas, não me deixavam limar as unhas nem falar horas e horas com as amigas como se vê nos filmes, mas eu até gostava. Pratiquei o inglês, o francês e até dei um jeito em italiano. Conheci gente gira como só se conhece nos têxteis. Algum tempo depois passei para empregada de escritório e é isso que tenho feito desde então. Não na mesma empresa, porque enquanto lá estava tive um convite para outra empresa que se revelou um erro grave uma vez que a tal empresa foi a falência. Mas isso tudo possibilitou-me vir para esta empresa onde estou fez na sexta-feira catorze anos, sim, sim leram bem, sexta-feira, dia do meu aniversário! Tenho sempre dois aniversários para festejar. Parece impossível que tenha vindo para cá uma menina de vinte e um anos e agora seja uma quase-velhota de trinta e cinco…

E pensando nisto tudo descubro que já estou a meio caminho para a reforma! O tempo passa célere e ainda há tanto que quero fazer, tanto que quero aprender, tanto que quero viver…

Mas por outro lado…depois de tantos anos de luta, que bem que me sabia um descanso prolongado numa qualquer casinha à beira-mar…

 

 

 


sinto-me: cansada, cansada...

publicado por magnolia às 17:02
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
|

Sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2008
Alma cansada

imagem da net




Tenho-a aqui bem guardada

Aqui, dentro do meu ser

No meu corpo aprisionada

Onde, nunca irei saber

 

Esta triste, dorida, cansada

Com vontade de dormir

De deitar na almofada

Sem nada dizer ou ouvir

 

É pequena e está com medo

Que lhe façam uma maldade

Magoaram-na desde cedo

Com dureza e crueldade

 

Sinto-a cá dentro a tremer

Como um pássaro ferido

Perdido num sitio qualquer

Numa velha estrada caído

 

Preciso de paz lhe dar

Uma vida serena e calma

Preciso muito de a mimar

À minha pequenina alma…


Magnolia

tags: , ,

publicado por magnolia às 10:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

...e mais ainda...
Cláudia Moreira

Cria o teu cartão de visita
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Ideias recentes

Que nervos!!!

Dia Não

Sinto-me....

20...

Coisas minhas

Vinte anos...

Alma cansada

Ideias antigas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

tags

todas as tags

links

Uploaded with ImageShack.us
A minha obra:-)
Image Hosted by ImageShack.us
By magicmagnolia
Statistic
Procuras alguma ideia em especial?
 
Quantos andarão por aqui?
web counter
Pub
Ideias em pelicula
Que horas são?


blogs SAPO
subscrever feeds