Falar sobre tudo e mais alguma coisa
Domingo, 19 de Fevereiro de 2012
Juntos para sempre

 

 

A Fábrica pediu uma história piegas...e eu escrevi:)

 

 

A verdade é que tudo correra ao contrário do que Elisa tinha imaginado. As lágrimas corriam ligeiras pela cara de Elisa, ainda ligeiramente bronzeada pelo sol de verão e iam aterrar no cachecol cor-de-rosa que ela trazia muito enrolado ao pescoço. Embora ela tenha os pés bem assentes na terra a verdade é que é uma romântica incorrigível e isso é uma parte da sua maneira de ser que sempre lhe tinha trazido dissabores. Elisa é uma daquelas poucas pessoas que ainda acredita que o amor é para sempre e que quando vê casais velhinhos de mão dada, desata em pranto. Ela é assim, dada as estas coisas sentimentais, a que outros chamariam de pieguices.

Naquele dia frio, Elisa caminhava por entre as ruas parisienses e chorava. Que coisa mais absurda, pensava ela, estou na cidade mais bonita e romântica do mundo e estou completamente sozinha. Tinha decidido viajar para Paris mesmo depois de se terem zangado. Há três dias e três noites que estavam zangados. Precisamente duas noites antes da viagem que ela tinha planeado para os dois com tanto amor, tinham tido uma discussão absurda e ele tinha batido com a porta. Ao sair ele disse que não voltava. Elisa estava triste e desiludida. Esperara que ele viesse pedir desculpa e que nesse momento tudo ficaria bem, mas a verdade é que desde a discussão ninguém lhe batera à porta e o seu telefone esteve sempre mudo. Tinha pensado em desistir da viagem. Depois pensou que fazer a viagem seria bom para se distrair, mas tudo o que conseguira fazer até ali tinha sido pensar nele, ter saudades dele, querer estar com ele. Era uma burra, isso sim, pensava. Passou pela Notre-Dame e lembrou-se da história de Quasímodo e Esmeralda, uma das mais bonitas histórias de amor, habilmente escrita por Victor Hugo e mais uma vez as lágrimas irromperam pela cara abaixo. Não queria pensar nisso, mas naquela cidade tudo fazia lembrar o amor e os apaixonados. Caminhou até à Pont des Arts e parou a olhar o Sena. A imagem que via era tão bonita, autênticos postais! Na ponte, milhares de cadeados com os nomes escritos dos casais apaixonados repousavam tranquilos. É de tradição que os apaixonados coloquem ali um aloquete com os dois nomes escritos, depois um beijo. Por fim, a chave é atirada ao Sena, uma bela metáfora para mostrar ao ser amado que o amor é para sempre. Elisa apoiou os cotovelos na ponte e o queixo nas mãos. Era tudo tão lindo… Mas estava sozinha. Ninguém com quem partilhar aqueles momentos, ninguém com quem partilhar aqueles cenários fabulosos. Olhava ao longe e fazia beicinho, muito triste.

Foi então que Elisa sentiu alguém muito próximo de si e um aloquete apareceu na frente dos seus olhos, assustando-a ao mesmo tempo que alguém lhe dizia:

- Elisa, casas comigo?

Elisa virou-se quase bruscamente e não pôde acreditar. O seu mais que tudo estava ali, com um aloquete na mão, a pedir-lhe que casasse com ele. Seria verdade ou alucinação?

- Mas... Não entendo…

- Minha querida Elisa, fui muito parvo, tão parvo que não tenho desculpa. Amo-te e nestes dois dias percebi que as saudades são tantas quando não estamos perto, que não consigo viver longe de ti… Mesmo com as nossas diferenças, é contigo que quero passar o resto dos meus dias. És a pessoa mais importante do mundo e serás sempre! Quero que sejas minha mulher até que a morte nos separe. Amo-te princesa…

Então, juntos, fecharam o aloquete na ponte e beijaram-se. Elisa pegou na chave e ao mesmo tempo que a atirava ao Sena, disse alto:

- Sim!

 


Ficção

Por Cláudia Moreira para a Fábrica de Histórias

 

 

 

 



publicado por magnolia às 20:45
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De green.eyes a 21 de Fevereiro de 2012 às 10:32
... eu no post seguinte a dizer que não nada por teres publicado nenhum dos teus textos ... e ... ando um pouco mais para baixo e deparo-me com uma bela e romantica história de amor.......

... Isto são influências da visita a Paris ...

Beijinhos


De magnolia a 21 de Fevereiro de 2012 às 21:39
Pediram um texto de amor...qual a cidade mais certa para esse amor?? :)))

Beijinhos


Comentar post

...e mais ainda...
Cláudia Moreira

Cria o teu cartão de visita
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Ideias recentes

Entrudo

Fábula

primavera

música, da boa.

poema simples

A invenção do Amor

we all do have some nost...

manhãs

poema simples

That 'cause sometimes I t...

breve história de uma árv...

O Humor dos outros.

2013 - os livros que li, ...

Feliz Ano Novo!

Porque os livros (também)...

2013 - os livros que li, ...

That 'cause I think of my...

Estes já têm lugar na min...

Quem se lembra?

2013 - os livros que li, ...

Ideias antigas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

tags

todas as tags

links

Uploaded with ImageShack.us
A minha obra:-)
Image Hosted by ImageShack.us
By magicmagnolia
Statistic
Procuras alguma ideia em especial?
 
Quantos andarão por aqui?
web counter
Pub
Ideias em pelicula
Que horas são?


blogs SAPO
subscrever feeds