Falar sobre tudo e mais alguma coisa
Quinta-feira, 31 de Março de 2011
A catedral do Mar - Ildefonso Falcones

 

 

 

 

  

Amor e ódio! Eu sei que são sentimentos diametralmente opostos, mas foi isso mais ou menos isso que fui sentindo ao ler o livro. Talvez não ódio a sério, que é um sentimento demasiado negro, mas uma dor visceral, uma enorme revolta e indignação!  É verdade que gostei muito, muito do livro e que aprendi imenso sobre a história de Barcelona e de Espanha, mas senti tudo o que li profundamente e mexeu-me com os nervos. A história da humanidade tem coisas maravilhosas, mas também tem coisas das quais deveríamos ter vergonha. É insuportável pensar na forma absolutamente degradante e injusta como foram tratadas as mulheres e os pobres no passado. É horrível pensar que em pleno Sec XXI ainda fazemos o mesmo, mas de forma velada e hipócrita.

 

Leiam que vale muito a pena!!

 

 

 

sinopse

 

 

Século XIV. A cidade de Barcelona encontra-se no auge da prosperidade; cresceu até ao humilde bairro dos pescadores, cujos habitantes decidem construir, com o dinheiro de uns e o esforço de outros, o maior templo mariano conhecido: Santa Maria do Mar. Uma construção paralela à desditosa história de Arnau, um servo da terra que foge dos abusos do seu senhor feudal e que se refugia em Barcelona. Daqui se torna cidadão e, assim, num homem livre. O jovem Arnau trabalha como estivador, palafreneiro, soldado e cambista. Uma vida extenuante, sempre à sombra da Catedral do Mar, que o tirará da condição miserável de fugitivo para lhe dar nobreza e riqueza. Mas com esta posição privilegiada chega também a inveja dos seus pares, que tramam uma sórdida conspiração que põe a sua vida nas mãos da Inquisição... Lealdade e vingança, traição e amor, guerra e peste, num mundo marcado pela intolerância religiosa, a ambição material e a segregação social. Um romance absorvente, mas também uma fascinante e ambiciosa recreação das luzes e sombras do mundo feudal.



publicado por magnolia às 12:08
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Segunda-feira, 28 de Março de 2011
12 days left...

... and counting!

 



publicado por magnolia às 15:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quarta-feira, 23 de Março de 2011
6 meses

 

 

 

= 14,5 kgs!

 

Boa?


sinto-me: :)

publicado por magnolia às 10:22
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|

Segunda-feira, 21 de Março de 2011
Dia Mundial da Poesia


sinto-me: :)
tags:

publicado por magnolia às 14:25
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|

Quinta-feira, 17 de Março de 2011
Saber perder - David Trueba

 

 

 

 

 

 

Gosto de livros assim, simples e desempoeirados. Gosto de livros que falam de gente normal, como eu, como nós. Gosto de livros onde consigo entrar dentro da personagem, viver com ela, sentir o que ela sente. Este foi assim. Voltava a ler sem qualquer cansaço.

 

 

 

Sinopse
Sylvia cumpre dezasseis anos no dia em que começa este romance. Para celebrar o aniversário, organiza uma falsa festa que tem só um convidado. Horas depois, sofre um acidente que a levará a descobrir a complexa intensidade da vida adulta.
Lorenzo, pai de Sylvia, é um homem divorciado que tenta esconder o vazio que o abandono da mulher e o fracasso no trabalho deixaram na sua vida. O desencanto e a frustração levam-no a ultrapassar fronteiras que nunca julgara possíveis.
Ariel é um jovem jogador de futebol que deixa Buenos Aires para jogar numa equipa espanhola. Esmagado a princípio pelo frio anonimato da grande cidade, não tardará a ouvir o estádio entoar o seu nome em êxtase.
Leandro, velho reformado, está numa fase da vida em que assiste a mais enterros do que nascimentos. Mas descobre para sua surpresa que ainda está em idade de ser tocado por uma fascinante obsessão.

tags:

publicado por magnolia às 18:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quarta-feira, 16 de Março de 2011
Importante

roubado daqui



publicado por magnolia às 12:00
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Terça-feira, 15 de Março de 2011
Não estou entre os dez finalistas...

 

 

 

 

...e apesar de saber de antemão que não podia ter uma grande esperança na coisa, não consigo deixar de ficar um pouco tristinha...

 

vá, eu e os restantes 939 candidatos que também não foram escolhidos...


sinto-me: :(

publicado por magnolia às 18:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Importante

 

 

 

 

 

 


sinto-me: pensativa

publicado por magnolia às 14:37
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Domingo, 13 de Março de 2011
Hoje...


 


 


Hoje despedi-me de um lugar que fez parte de mim a vida inteira. Um lugar que me viu crescer. Um lugar que me viu aprender a andar, cair e levantar, ser menina, ir à escola, crescer mais ainda, ser mulher. Um lugar com o sabor do sol de verão. Um lugar com a textura de uma pétala de rosa humedecida pelo orvalho da Primavera. Um lugar com o sabor dos figos comidos em cima da figueira, no Outono e o calor imensamente agradável de um fogão de lenha sempre aceso, todos os dias em que cheguei da escola, molhada pela chuva gelada de Inverno. O lugar mais ternurento do mundo, a casa da minha avó.  




Despedi-me deste lugar com o coração apertado pela saudade da voz tranquila da minha avó materna, da saudade das suas mãos de costureira que amassavam a massa para a boroa, que depois comíamos quente com manteiga a derreter. Já sabia que um dia teria que ser, mas só no momento se sente com rigor a dor das partidas…




Há quase três anos que nos deixou na saudade e parece que foi há tanto tempo… Faz tanta falta o seu carinho, a sua voz que nunca se elevava, a sua sopa de feijão rajado, o doce de tomate feito pelas suas mãos em tardes de inverno. Faz tanta falta o silencio daquela casa nas longas tardes de verão, do tic-tac do relógio no quarto quando ainda era obrigada a dormir a sesta. Faz-me falta o seu profundo olhar azul a dizer-me gosto de ti, em silêncio. Faz-me falta a minha querida avó.




Fechei as portas atrás de mim, uma a uma e deixei em cada divisão a saudade, mas trouxe comigo muitas lembranças, todas as que fui capaz de agarrar. Trouxe sorrisos e gargalhadas, choros e tardes de sol. Trouxe primaveras e amêndoas da Páscoa. Trouxe ameixas e manhãs de chuva à janela. Trouxe dias de brincadeiras e bolo de laranja. Trouxe tantas lembranças boas que por momentos me encheram o coração de lágrimas de saudades e sorrisos de alegria.




Fechei a última porta com dificuldade. Aquele lugar vai passar a ser de outra pessoa. De outras pessoas. Outras crianças irão correr pela casa e pelo quintal. Outros pais irão passar ali tardes de Domingo ensolaradas. Outras visitas irão apreciar o ar tranquilo do bairro aldeão. Outras memórias habitarão aqueles corredores, aqueles quartos, aquelas árvores que entretanto serão velhas. Outras pessoas usarão a cozinha para fazer pratos deliciosos e talvez deitem fora o velho fogão de lenha…




Olhei para trás uma última vez e pude ver claramente o rosto sorridente da minha querida avó a olhar-me. A mão acenava-me devagar. Por fim, pareceu-me que uma pequena frase se formava na sua boca bonita: até um dia…




E depois eu sorri e o nó desfez-se então na minha garganta…


 


 


Texto escrito para  a Fábrica de Histórias por Cláudia Moreira


 


 



publicado por magnolia às 23:23
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|

Sexta-feira, 11 de Março de 2011
Vila do Conde - Baby-sitter - Explicações

Como está a ser dificil arranjar um novo part-time lembrei-me que poderia rentabilizar esse tempo e ao mesmo tempo ser útil a alguém. Por isso...

 

 

 

...informo a quem interessar que:

 

...se quer ir jantar fora ou sair à noite e não tem com quem deixar os seus meninos, venha falar comigo!

 

... se precisar de uma tarde de Domingo ou de Sábado só para si e não tem com quem deixar as crianças, venha falar comigo!

 

... se precisar de uns momentos ao fim do dia só para si mas a familia está longe e não tem com quem deixar os seus filhos, venha falar comigo!

 

... se os seus filhos precisam de ajuda nos T.P.C.** e sinceramente já não tem paciência (ou tempo) para tanto, venha falar comigo!

 

 

 ** Ensino Básico e Secundário 

 

 

Contactar para o seguinte endereço: claudia.sophia@gmail.com

 

 

 

 

 

 

 


sinto-me: a precisar de €...
tags:

publicado por magnolia às 17:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

...e mais ainda...
Cláudia Moreira

Cria o teu cartão de visita
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Ideias recentes

Entrudo

Fábula

primavera

música, da boa.

poema simples

A invenção do Amor

we all do have some nost...

manhãs

poema simples

That 'cause sometimes I t...

breve história de uma árv...

O Humor dos outros.

2013 - os livros que li, ...

Feliz Ano Novo!

Porque os livros (também)...

2013 - os livros que li, ...

That 'cause I think of my...

Estes já têm lugar na min...

Quem se lembra?

2013 - os livros que li, ...

Ideias antigas

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Março 2006

tags

todas as tags

links

Uploaded with ImageShack.us
A minha obra:-)
Image Hosted by ImageShack.us
By magicmagnolia
Statistic
Procuras alguma ideia em especial?
 
Quantos andarão por aqui?
web counter
Pub
Ideias em pelicula
Que horas são?


blogs SAPO
subscrever feeds